quinta-feira, 27 de março de 2008

Assim Insatisfeita.

Com o photoshop aberto e escrevendo no bloco de notas...

Eu tirei zilhões de fotos, mas só consigo gostar de poucas e das poucas que gosto eu não quero mostrá-las a ninguém. Eu escrevi zilhões de textos, mas eu não acho que deva mostrar a alguém, são tão íntimos e tão cheios de sentimentos, poucos entenderiam metade deles. Eu fiz zilhões de listas pra encher meu dia, mas não houve lista que chega para que não sobrasse tempo de pensar em bobagens. Ouvi zilhões de musicas procurando ouvir das mais novas possíveis que eu nunca tivesse ouvido, para que fossem musicas que não trouxessem lembrança alguma. E a cada nova que ouço, parece que ao invés de afastar aproxima cada vez mais as recordações indesejadas u.u²
Eu desenhei zilhões de coisas, algumas até legais e outras totalmente sem sentido e completamente horríveis!Eu assisti zilhões de filmes, e com minha maravilhosa sorte andei pegando alguns péssimos. Nenhum filme ta bom, nenhum termina como eu gostaria ou como imaginei. Nenhum me faz rir tanto ou mais que outro que já tenha visto. Quer dizer nada fica melhor, nada melhora, por mais que eu tente não consigo sair daqui, muitas das coisas que ouço só pioram tudo. São realmente poucas as 'coisas' que tem me ajudado ou me feito não pensar em bobagens. Algumas pessoas, algumas musicas, e alguns afazeres também. Ando desenhando, escrevendo e ouvindo musica quase todos os dias o dia inteiro!Assim eu só penso no que estou fazendo e não em bobagens :/~~
Leio revistas, e imagino como algumas matérias poderiam ser bem melhores e bem mais completas. Assisto jornais e programas de TV e só vejo noticias de ruins a péssimas. Discordo de tudo e praticamente nenhum programa me agrada u.u²
Até meus seriados favoritos estão me decepcionando e me tirando do serio ¬¬
Eu tento pensar que não, é sim eu tento. Faço o máximo pra só falar com as pessoas certas e só ouvir as musicas felizes. Mas nem sempre as pessoas certas estão por perto e as musicas felizes enjoam às vezes. Faz tempo que eu não respiro fundo. E to sempre angustiada e ansiosa, com muita cede eu não consigo mais dormir cedo. (...)
Vontade de gritar alto, eu gritei e não adianta. Vontade de acordar cedo pra mudar algo no dia, eu acordei não adianta. Vontade de organizar algumas coisas na sala pra mudar o ar, organizei e não adianta. ¬¬ Não adianta, não tem nada aqui.Nada ficou no lugar,e a mágoa é essa.Um completo vácuo.Impensado e calado,mas tão calado como se não existisse,como se fora do ar estivesse.
Por um segundo as coisas acontecem na minha frente.Ando por ai sem olhar pros rostos das pessoas, sem olhar os lados antes de uma rua atravessar. Ando por ai, tropeçando muitas e seguidas vezes, pisando tão fundo como se o chão eu quisesse furar, totalmente bamba eu quase sempre pendo para o lado esquerdo,não sei como agir nem que cara fazer ,aperto os dedos e olho pro chão quase o caminho todo. Eu conheço as ruas sei o que elas trazem. Ando perdendo o sinal e em uma virada de rosto eu também perco o elevador.

Como em desarmonia comigo mesma, eu ando assim insatisfeita.
Insatisfeita com meu Eu. Com pessoas, com coisas, com atitudes, com pensamentos, com sonhos, com leituras, com vídeos e imagens, com a respiração pulmonar do mundo todo que parece ter parado de girar.
Pra mim;

(Obrigada)

2 comentários:

Amanda disse...

Sim, a insatisfação te faz pensar; você observa coisas que muitas pessoas satisfeitas não percebem e seu olhar crítico se torna uma arma.!
Resumindo: Gostei do post.

Tainá Dietrich disse...

Amanda,é sim ando crítica demaais³³³
critico tudo que me aparece na frente.
Obrigada,e voce nao tem um blog ou algo assim?